MetrôLAB 2020

Projetos Participantes 2020

  • A Tragédia da Lobo-Guará, de Kimberly Palermo – Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ)
  • Babalu é Carne Forte, de Xulia Doxagui – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE/PE)
  • Grave, de Leonardo da Rosa – Universidade Federal de Pelotas (UFPEL/RS)
  • Na Raiz, de Tiago Felipe – Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR /PR)
  • Rita Tem Horror à Noite, de Bernardo Tavares – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio/RJ)
  • Veludo Rasgado, de Gabriel Müller Leal – Escuela Internacional de Cine y Televisión (EICTV/Cuba)

>> REGULAMENTO

SOBRE

O MetrôLAB é um espaço de desenvolvimento de projetos de curta-metragem que acontecerá de 22 a 27 de setembro de 2020, no período vespertino, com carga horária de 4 horas/dia, de forma online, durante a 4ª edição do Metrô – Festival do Cinema Brasileiro Universitário, em Curitiba/PR.Serão selecionados 6 projetos de curta-metragem, escritos e propostos por estudantes universitários de qualquer curso ou por estudantes de cursos livres de cinema. Os projetos selecionados contarão com consultorias profissionais nas áreas de roteiro e direção e palestras sobre produção e curadoria.

CONHEÇA OS CONSULTORES

Coordenadores do LAB e Consultores de Roteiro:

CAROLINE BIAGI
Formada em Cinema pela UNESPAR, Caroline Biagi trabalha como roteirista e diretora desde 2012. Seus curtas-metragens foram exibidos em diversos festivais brasileiros e canais de televisão. O mais recente deles, “Brasil x Holanda”, foi finalista ibero-americano do festival comKids Prix Jeunesse 2019. Seu roteiro de longa-metragem “O sol e o peixe” foi 3º lugar do Cabíria – Festival de Roteiro 2019 e semifinalista do FRAPA 2020. Atualmente, Caroline participa do NPA – Núcleo de Projetos Audiovisuais de Curitiba.

HENRIQUE SANTOS
Henrique Santos é formado em Cinema e atua como roteirista, consultor e pesquisador da área. Dentre seus trabalhos estão a minissérie “Nóis por Nóis”, exibida pela TV Brasil, tendo estreado uma versão para longa em março deste ano, e o longa “Deserto particular”, direção de Aly Muritiba com previsão de estreia para 2021. Atualmente dedica-se a sua pesquisa de mestrado, além de trabalhar em projetos de longas para as produtoras Grafo Audiovisual (PR) e RT Features (SP) e série para a Processo Multiartes (PR).

Consultores de Direção:

NATHÁLIA TEREZA
Nathália Tereza é diretora e roteirista. Realizou os curtas: “A mulher que sou” (2019), “De tanto olhar o céu gastei meus olhos” (2017), “A outra margem” e “A casa sem separação” (2015). Seus filmes foram exibidos e premiados nos principais festivais brasileiros. Desenvolve atualmente seu primeiro longa-metragem.

TOMÁS VON DER OSTEN
Diretor e montador, formado em Cinema pela FAP/UNESPAR e com Mestrado em Arte Multimídia pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Dirigiu os curtas “Vó Maria” (2011 – Prêmio de Melhor Curta na Mostra Tiradentes), “Miragem” (2011), “Nem a mim, nem a ti” (2012), “A Invenção da Noite” (2015) e “Chão de Rua” (2019 – seleção oficinal do Festival de Locarno). Atualmente, desenvolve seu primeiro projeto de longa-metragem: “Continente”.

PALESTRAS

Produção:

RAIANE RODRIGUES
Sócia e produtora da Veleiro Azul Filmes. Fez Produção Executiva e Coordenação de Pós Produção nos longas-metragens “Zona Árida” (seleção oficial Dok Liepzig, direção Fernanda Pessoa); “A Mesma Parte de um Homem” (direção Ana Johann); “Jesus Kid” (direção Aly Muritiba); “Deserto Particular” (coprodução Brasil-Portugal, direção Aly Muritiba); “Avo Dezanove e o Segredo do Soviético” (coprodução Portugal-Brasil, direção João Ribeiro). Trabalhou na Produção Executiva e Produção Geral de três edições do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba.

Curadoria e Distribuição:

KARINY MARTINS
Mestranda em Cinema e Artes do Vídeo pela Universidade Estadual do Paraná/Faculdade de Artes do Paraná e graduada em Cinema pela mesma instituição. Atua nas áreas de curadoria, pesquisa, direção e roteiro. É coordenadora de programação do Griot – Festival de Cinema Negro contemporâneo, coordenadora de programação da 4° edição do Seminário Internacional do Audiovisual Negro (Festival Internacional do Audiovisual Negro da APAN) e integra a curadoria do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba (2019 e 2020). Diretora de “No espelho do outro” (2018).

PARADISO MULTIPLICA

Narrar no Audiovisual:

RAFAELA CAMELO
Diretora e roteirista formada em Audiovisual pela UnB e pós-graduada em Roteiro para Cinema e TV pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Seu curta de ficção, “O Mistério da Carne”, foi selecionado para o Sundance Film Festival 2019 (EUA) e ganhou os prêmios de melhor filme no Biarritz Amérique Latine (França) e no festival New Directors, New Films (Portugal). “A arte de andar pelas ruas de Brasília”, seu primeiro curta, foi selecionado no Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano em Havana e premiado nas categorias de melhor filme, melhor roteiro e melhor direção em festivais ao redor do mundo. Atualmente desenvolve o seu primeiro longa, “Sangue do meu sangue”, ganhador dos prêmios de melhor roteiro na categoria ficção no Icuman LAB 2019 (Goiânia) e BAL-LAB 2019 (França). O projeto foi o primeiro lugar vencedor do Cabíria Prêmio de Roteiro 2019 (Rio de Janeiro), e recebeu o Prêmio Paradiso.