Metrô – Festival Do Cinema Universitário Brasileiro

Júri Oficial


Andrea Ormond
Autora da coleção Ensaios de cinema brasileiro: Dos Filmes Silenciosos ao Século XXI, dentre outros livros. Mantém desde 2005 o blog Estranho Encontro, sobre cinema brasileiro. Colaborou no jornal Folha de São Paulo, nas revistas Cinética, Filme Cultura, Rolling Stone, Teorema e dezenas de coletâneas e catálogos. Curadora da Curta Circuito – Mostra de Cinema Permanente. 


Larissa Fernandes

É goiana, diretora, roteirista e sócia da Panaceia Filmes. Foi roteirista-chefe no Panaceia Núcleo Criativo desenvolvendo o longa-metragem “Solina”, premiado no Curitiba LAB e Diáspora Conecta. Em 2020 dirigiu a série infantil “Barco Sagres”. Integrou a curadoria de roteiros de longas do FRAPA 2021. Atualmente, realiza a curadoria da Mostra “Olhar de Dentro” do Itaú Cultural Play e desenvolve o roteiro de longa “As Pés de Moleca e a Doceria da Bruxa de Maria Mole” e a série de TV “Irene”.


Marcelo Miranda

Jornalista, crítico, pesquisador e curador. Colaborador na revista “Cinética” e “Teorema” e no jornal “Folha de S. Paulo”. Autor de textos em catálogos e livros dedicados a Clint Eastwood, Alfred Hitchcock, John Carpenter, Charles Chaplin, Howard Hawks, Luis Buñuel, Tim Burton, Monstros no Cinema e Stephen King, entre outros. Realizador do podcast “Saco de Ossos”, sobre ficção de horror no Brasil, e integrante do podcast “Hora do Espanto”. Curador e produtor da mostra Medo e Delírio no Cinema Brasileiro Contemporâneo (2014/2016).


Samuel Lobo
Escreveu e dirigiu curtas-metragens exibidos e premiados em diversos festivais pelo país. Integrou a equipe de produção dos longas “Doutor Gama”, de Jeferson De, “Os primeiros soldados”, de Rodrigo de Oliveira, “Regra 34”, de Julia Murat, “Breve miragem de Sol”, de Eryk Rocha, “Deslembro”, de Flavia Castro, e da série “Os últimos dias de Gilda”, de Gustavo Pizzi. Foi editor do Porta Curtas, curador da Semana de Cinema e do Canal Curta!, e coordenador dos cineclubes Cinerama e Sessão Corsário.

Júri MetrôLab


Henrique dos Santos

Bacharel e Mestre em Cinema e Vídeo pela Universidade Estadual do Paraná. Corroteirizou os longas “Deserto Particular” (2021) e “Nóis por Nóis” (2020).


Larissa Nepomuceno

Pesquisadora, documentarista, e mestre em Educação. Em seus filmes discute direitos humanos, pautas identitárias e o lugar da mulher na sociedade. Seus documentários, produzidos durante o curso de cinema, fizeram grande carreira em festivais. O primeiro, Megg – A Margem que Migra para o Centro (2018), recebeu 9 prêmios em 72 festivais pelo mundo e Seremos Ouvidas (2020) recebeu 9 prêmios em 71 festivais nacionais até então. Atualmente desenvolve uma série documental sobre feminismo surdo e é responsável pela disciplina de Documentário do Centro Europeu.


Lídia Ferreira

Jornalista, especialista em Cinema e Mestranda em Cinema e Artes do Vídeo (Unespar).  Após 13 anos dedicados ao jornalismo cultural em Manaus (AM), atua agora como produtora e roteirista. Em 2021, coordenou a produção, no Amazonas, do novo documentário de Eduardo Escorel (inédito). Realiza a mostra de filmes “Conexão dos Extremos”; é idealizadora, criadora e roteirista da série CALENDÁRIO DE LETÍCIA, vencedora dos prêmios de Melhor Pitching do festival ROTA (2021) e do edital Manauscult (2020), além de ter sido selecionada para o Visões Periféricas do RJ (2019) e Núcleo de Projetos do Paraná (NPA,2020).

Júri da Crítica

Daniela Zanúncio Araujo (UFF, RJ)
Felipe Rodrigues Leal Feitosa (UFMGS, MS)
Gabriel Fernandes Ferreira (UFF, RJ)
Giuliana Magalhães Zamprogno (Unicamp, SP)
Giuliano Neves Maccio (UNESPAR, PR)
Manuela Zilveti dos Santos (UFPel, RS)
Marcus Benjamin Figueredo (UnB, DF)
Vanessa Freitas Sousa (UNESPAR, PR)