Metrô – Festival Do Cinema Universitário Brasileiro

Criticas 2021

texto crítico #07 – Era para ser sobre um documentário, mas… – por Vanessa Freitas

Modo Noturno (2021), de Calebe Lope por Vanessa Freitas Talvez um dos primeiros impactos da pandemia tenha sido o silêncio. Habituamo-nos ao barulho, à poluição sonora e a tipos ruidosos de comunicação. Assim, o silêncio de grandes espaços urbanos é novo, difícil e incômodo. No cerne do silêncio pandêmico, encontramos a rua, o carro, a …

texto crítico #07 – Era para ser sobre um documentário, mas… – por Vanessa Freitas Leia mais »

texto crítico #06 – Casa é uma palavra difícil – por Marcus Benjamin Figueredo

por Marcus Benjamin Figueredo Se cada uma das sessões do 5º Festival Metrô for entendida como uma viagem por uma linha férrea, a Sessão 03, intitulada “Era uma casa…”, definitivamente não compreende um trajeto linear. Podemos entendê-la mais como um percurso errático, de alguém que está perdido em uma cidade (ou em um país) e …

texto crítico #06 – Casa é uma palavra difícil – por Marcus Benjamin Figueredo Leia mais »

texto crítico #05 – Espaços Digitalizados – por Felipe Feitosa

por Felipe Feitosa Você, leitor, provavelmente vai encontrar esta crítica em uma página no site do Metrô. Por definição, um site é um “local” na internet que foi construído por linhas de códigos e que contém páginas de hipertexto. Hipertexto é, de forma simplificada, esse conjunto de caracteres, imagens, símbolos, sons e etc. que vão …

texto crítico #05 – Espaços Digitalizados – por Felipe Feitosa Leia mais »

texto crítico #04 – Um filme Z – por Giuliana Zamprogno

Eh 01 qualquer coisa (2021), Alanis Machado por Giuliana Zamprogno Sometimes Making Something Leads to Nothing (“as vezes fazer algo leva a nada”, em tradução livre) é uma performance de 1997 em que Francis Alÿs sai pela cidade do México empurrando um bloco de gelo até seu derretimento completo. A ação pode apontar para o …

texto crítico #04 – Um filme Z – por Giuliana Zamprogno Leia mais »

texto crítico #03 – Eu era novo e fiquei velho ou era velho e fiquei novo? – por Giuliano Maccio

por Giuliano Maccio Dentre a diversidade de grotescas distorções da realidade das quais nos deparamos com cada vez maior frequência, o anti-intelectualismo é um destaque; provavelmente por estar gradativamente ultrapassando os limites dos campos conservadores e reacionários, contaminando até mesmo os setores mais progressistas da sociedade. Obviamente esta é uma questão que também perpassa pelo …

texto crítico #03 – Eu era novo e fiquei velho ou era velho e fiquei novo? – por Giuliano Maccio Leia mais »

texto crítico #02 – Contrastando o Antes e o Agora. – por Felipe Feitosa

Contrastando o Antes e o Agora por Felipe Feitosa Presos em casa graças aos males do tempo presente. A pandemia me faz pensar que esses realizadores (Mariana Machado, E. M. Z. Camargo, Helena Frade e Kimberly Palermo) foram levados a confrontar o passado quando o hoje já não oferecia suporte para o fazer cinematográfico. Ao …

texto crítico #02 – Contrastando o Antes e o Agora. – por Felipe Feitosa Leia mais »